0800 70 45670 [email protected]

No mundo fashion, ficar parado é estar estagnado, literalmente. Quem não vê de perto o que rola no mundo, não sente a temperatura das ruas e nem o toque de outras culturas, não consegue entender a verdadeira linguagem das tendências. Por isso, as viagens de pesquisa de moda são tão importantes.

Pesquisas internacionais são fontes riquíssimas para agregar mais conhecimento. Além de apresentar o que está sendo consumido em outros países, estar imerso em uma outra cultura é de grande valia para ampliar o olhar e trazer insights de todos os lados.

A pesquisa é algo fundamental para trazer bagagem e conteúdo, não apenas para suas coleções, mas também para ampliar o repertório do profissional, seja estilista ou desenvolvedor de produtos. Portanto, quanto mais vivências e experiências você, profissional da moda carregar, maior será seu poder de criar e realizar conexões relevantes sobre diversos assuntos.

No entanto, um bom planejamento é essencial para aproveitar bem todas as oportunidades e criar diferenciais incríveis na sua coleção de moda. Pensando nisso, a Haco foi buscar quem entende do assunto.

Agora você vai conhecer as dicas exclusivas em parceira com a Haco das consultoras Daniela Feldens e Gabi Domingos, da Loupe Brands & Co, para tornar sua viagem de pesquisa de moda um sucesso!

1 – Elabore uma boa estratégia de viagem de pesquisa de moda

Pensar antes de agir é sempre fundamental. Por isso, o profissional deve ter certeza de qual o objetivo da viagem de pesquisa de moda para ser o mais assertivo possível.

1 – Elabore uma boa estratégia de viagem de pesquisa de moda

Defina o foco da pesquisa e se pergunte: “O que a pesquisa deve trazer de retorno?”. Produto, cartela de cores, estampas, modelagens, novos tecidos, vitrine, embalagens, tema de coleção de moda, tendências de tecnologia e varejo. Faça uma lista.

Essa lista vai servir para que você não perca o foco durante a viagem de pesquisa de moda e volte para casa com o que realmente importa. Claro que novas ideias podem (e devem) surgir durante o processo, agregando ainda mais valor à sua pesquisa de moda.

Assim, com um direcionamento mais apurado, a pesquisa em si e os próximos passos se desenrolam melhor.

2 – Calendário: Decida quando ir

As consultoras lembram que a escolha do período em que a viagem de pesquisa de moda será feita é muito importante. Isso porque ele varia de acordo com o segmento em questão e de acordo com o tempo de desenvolvimento de cada empresa.

2 – Calendário: Decida quando ir

Assim, o ideal é fazer um cronograma reverso para encontrar o melhor período. Uma boa ideia é atentar para feriados locais, festas, feiras e eventos em geral.

3 – Onde ir: pesquise o melhor lugar para o objetivo de sua viagem

Existem lugares que são referência em pesquisa de moda e que sempre podem dar muito certo, como Nova York, Londres, Paris e Barcelona, por exemplo.

Porém, é importante avaliar qual o objetivo da pesquisa de moda e também qual o segmento, para só então diagnosticar qual a melhor cidade. Segundo elas, a verdade é que não existe uma resposta pronta que valha para todo mundo.

3 – Onde ir: pesquise o melhor lugar para o objetivo de sua viagem

A dica, então, é pesquisar. Procure conhecer um pouco mais profundamente os hábitos de vestir dos habitantes, como encaram a moda no dia a dia, como ela reflete seu modo de viver, etc. Ficam as dicas:

  • Paris

Tudo na cidade é voltado para o certo, para o atrativo, com vitrines inspiradoras. Para o parisiense, vestir-se bem faz parte da qualidade de vida, por isso levam a moda tão a sério.

São sisudos, mas não mal-educados. Por isso, quando estiver lá, não esqueça que as palavrinhas mágicas “bom dia” (bonjour) e “por favor” (s’il vous plait) são tão importantes quanto aqui no Brasil.

  • Barcelona

Barcelona tem meio que um espírito carioca, por assim dizer. A moda é tropical, vibrante, alegre e uma das coisas bacanas de lá é ter muitas lojas de marcas locais exclusivas, com feeling diferente para fazer uma ótima pesquisa de moda.

Há ainda muitas lojas de rua, com marcas menores, e muitos shoppings. O perfil do consumidor catalão é bem parecido com o nosso.

  • Milão

Aqui a moda também é levada a sério, mas com uma pegada mais leve. O milanês se veste bem, mas de uma forma mais sensual e despojada.

Por outro lado, a moda é levada realmente como um negócio, com lojas em todos os lugares. Nas lojas de rua você encontra os produtos mais comerciais que você vê de forma conceitual no Quadrilátero d’Oro.

  • Londres

Em Londres os estilos são misturados com maestria pela população, principalmente o grunge e punk.

A cidade, moderna e vibrante, é ótima para expandir as ideias na sua pesquisa de moda, com lojas de visual ousado e exposições um tanto quanto inusitadas.

Aqui sua pesquisa vai explodir em produtividade. Especial atenção para as lojas de departamento, onde há verdadeiras concentrações de toques inspiradores.

4 – Planejamento: como fazer sua viagem de pesquisa de moda

Depois de definido o objetivo, quando e onde ir, é necessário um planejamento detalhado. As consultoras alertam que ele é de suma importância para otimizar o tempo da pesquisa de moda – e não se pode fazer isso já estando lá.

4 - Planejamento: como fazer sua viagem de pesquisa de moda

Veja o que definir nessa etapa:

  • Roteiro: Essa parte é fundamental. Deve-se pesquisar os locais a serem visitados antes (lojas, eventos, exposições, museus etc) e fazer um roteiro em cima disso, com uma agenda de onde ir e o que fazer para cada dia;

Dica: Otimize o roteiro de acordo com as regiões para não perder muito tempo com deslocamento.

  • Estude o local: Pesquise sobre o funcionamento do metrô, formas de deslocamento e demais dicas necessárias para entender a dinâmica do lugar;
  • Duração da viagem: Varia de acordo com o que será pesquisado;
  • Não fique perdido: Baixe o mapa offline das regiões visitadas.

5 – Preparação: não esqueça dos detalhes básicos

Pode até parecer básico, mas muitas pessoas acabam não prestando atenção a cuidados práticos para as viagens. Veja alguns dos mais importantes:

5 - Preparação: não esqueça dos detalhes básicos

  • Não esqueça o carregador portátil de celular para não deixar de fotografar porque a bateria acabou. Certifique-se de ter uma boa capacidade de armazenamento. A nuvem é uma ótima pedida, mas não corra o risco de ficar sem sinal. Providencie cartões e os descarregue quando chegar ao hotel, aí sim, na nuvem;
  • Confira a validade do seu passaporte antes de comprar as passagens. Alguns países da Europa exigem um passaporte com validade de 6 meses;
  • Alguns lugares aceitam apenas pagamentos em cash. Por isso, leve uma quantia de dinheiro em espécie e outra em cartão internacional;
  • Mesmo em tempos digitais, imprima as suas reservas para apresentar na alfândega, caso seja necessário;
  • Leve roupas e sapatos confortáveis, já que é preciso andar bastante;
  • Sempre faça seguro de viagem.

Veja 3 dicas extras para se preparar ainda mais para sua viagem de pesquisa em moda

Como toda viagem, a de pesquisa em moda também é cheia de detalhes, por isso quanto mais dicas, melhor. Veja essas 3 dicas extras que a Haco separou para aproveitar ainda mais todas as oportunidades:

Organize sua mala sem excessos

Em uma viagem de pesquisa de moda, com certeza você vai voltar com várias peças. Então nada de excessos na sua mala. Pense no clima, nos dias que ficará fora e monte looks completos e versáteis. Lembre-se que não há nada demais em repetir peças, principalmente as da parte de baixo.

Faça uma lista do que é essencial: roupas íntimas, de dormir, para o dia e para a noite (looks completos), roupa de banho (se for o caso). Inclua os itens de higiene pessoal, maquiagem, medicamentos e acessórios em geral.

O que observar durante a viagem

Como profissional ou estudante de moda você sabe que tendência é aquilo que se manifesta com mais frequência e em um número cada vez maior de pessoas. No entanto, quando está no início, esse movimento pode não ser tão facilmente perceptível.

A moda reflete momentos sociais, políticos e econômicos, em qualquer parte do mundo. Inconscientemente ou não, às pessoas tendem a buscar elementos, cores, acessórios, texturas e estampas, por exemplo, que expressem de alguma forma esses momentos.

Procure captar quais os elementos que mais se repetem pelas ruas e também nas vitrines e o uso que está sendo feito deles. Nas lojas, observe por marcas.

Não deixe também de fazer comparações entre as lojas conceituais — aquelas que servem de inspiração — e as comerciais, que efetivamente visam o consumo, vestem a população daquela cidade.

A observação aguçada e uma leitura sólida e real do que vê é o que faz uma boa pesquisa de moda. Não esqueça de anotar suas impressões. O gravador do celular é um bom local para guardar suas ideias.

Busque excursões e especialistas em pesquisa de moda

Quem tem uma empresa de moda sabe como pode ser difícil se ausentar do negócio. Não é por isso que você não terá uma pesquisa de moda exclusiva e totalmente assertiva para a sua coleção.

A Loupe Brands & Co atua no mercado de mentoria e consultoria em pesquisa e branding para negócios de moda. Para quem quer manter marca, negócio e produtos atualizados, as especialistas desenvolvem pesquisas de moda coletando, cruzando e analisando informações macros dos principais drivers de mudanças no mundo.

Por outro lado, as excursões de pesquisa de moda já são uma modalidade consolidada. É possível encontrar roteiros que contemplam tanto as feiras internacionais quanto lugares super inspiradores espalhados pelo mundo.

A N.Marinho Moda é uma empresa especializada em excursões de pesquisa em moda. Geralmente os grupos são formados com cerca de 15 profissionais das áreas de moda e marketing. A empresa já está com roteiros prontos para o primeiro semestre do ano que vem.

Só para dar água na boca, entre os dias 16 e 18 de janeiro de 2020 a N.Marinho Moda já está formando grupos para um dos grandes eventos para pesquisa de moda: a feira Pitti Immagine Bimbo, em Fortezza da Basso, em Florença.

É uma ótima oportunidade para aproveitar e estender a pesquisa de moda não só pela cidade, mas também por Praga e Milão. Já para março, o destino é Hong Kong, passando antes por Londres e Barcelona.

Aproveite essas dicas e coloque em prática sua pesquisa de moda. Com o material colhido com certeza a sua nova coleção de moda vai ser um sucesso total no mercado.

Agora que você já sabe como fazer esse planejamento, aproveite e conheça os principais eventos de moda que acontecem no Brasil e inclua na sua programação!