0800 70 45670 [email protected]

Antenar-se com o que acontece no resto do mundo é requisito fundamental para um estilista. Mas não basta ter tudo na ponta dos dedos pelo computador e agulha e tesoura na outra mão. Para quem quer fazer acontecer, é preciso estar lá, saber como e porque as tendências surgem, se transformam, se consolidam ou desaparecem. É para isso existe a pesquisa de moda.

10 cidades para inspirar suas coleções de moda

Grandes inspirações não costumam aparecer do nada. Mesmo os maiores nomes da área têm na pesquisa de moda uma boa prática da profissão.

10 cidades para inspirar suas coleções de moda

Há grupos, excursões e empresas que fazem viagens especializadas em pesquisa de moda, mas nada impede que você faça uma viajem sozinho rumo aos principais locais fashion do mundo.

Parceiro da Haco, o estilista Alexandre Herchcovitch, não esconde alguns de seus preferidos. Um deles é o Kokon To Zai, em Londres (Inglaterra). A loja, que tem filial em Paris, traz peças de estilistas da própria marca e alguns menos conhecidos. Fica na 86 Golborne Road.

Se estiver nos Estados Unidos, a dica do estilista é a Bleecker Street, em Nova York. Mas buscar inspiração nas lojas que se revezam pela rua também é um ótimo exercício de pesquisa de moda.

E por que não conhecer um autêntico fast fashion francês? A A.P.C., em Paris, é perfeita para descobrir como andam as ruas parisienses no dia a dia. A loja costuma fazer parcerias pra lá de interessantes, como a com a estilista Suzanne Koller.

Sentiu o gostinho? Então agora conheça muito mais sobre os top 10 lugares para fazer sua pesquisa de moda!

1 – Comece sua pesquisa de moda por Nova York (Estados Unidos)

Uma das maiores cidades do mundo, Nova York é perfeita para dar início à sua pesquisa de moda. De acordo com o Global Language Monitor, que todos os anos divulga as cidades que são as maiores referências em moda do mundo, Nova York está sempre revezando os primeiros lugares com Paris e Londres.

1 – Comece sua pesquisa de moda por Nova York (Estados Unidos)

Capital também de uma das fashion weeks mais famosas do globo, a cidade que nunca dorme tem um estilo bem casual, street wear, elegantemente cosmopolita. Pesquisa de moda por lá é pura fartura, com marcas que vão de Chanel, Dolce & Gabana e Gucci a Forever 21, Macy’s e brechós fantásticos.

Outra dica para sua pesquisa de moda em NY: coloque um tênis bem confortável, porque lá é tudo pertinho. Grandes marcas na Madison Avenue e muito mais coisas interessantes da 5th à 7th avenue, englobando da 34th à 65th street.

2 – Toda a prática elegância de Paris (França)

Falar de pesquisa de moda em Paris é quase uma redundância, por isso tome fôlego. Na região de Champs-Élysées se concentram algumas das griffes mais famosas do planeta, entre elas Chanel, Christian Dior, Givenchy, Balenciaga, Prada, Jil Sander, Chloé, Eres e Barbara Rui.

2 – Toda a prática elegância de Paris (França)

Para entrar no clima da cidade, troque o tênis pelas sapatilha e se aventure também pela região de Le Marais e Ménilmontant, onde ficam os estilistas em ascensão. Já na Bastille não deixe de conhecer os ateliês, bistrôs e mercados que não podem faltar na sua pesquisa de moda.

Em Paris, moda é assunto sério. O estilo urbano romântico, com silhuetas sedutoras não deixa o parisiense passar despercebido. Despretensioso e sofisticado, atemporal e arrojado, prático e marcante, fotografe muito street style parisiense em sua pesquisa de moda.

3 – Londres, onde você encontra todas as tribos e estilos (Inglaterra)

A influência da monarquia cria um mix muito interessante na moda londrina, mesclando o clássico com os demais estilos. Em Londres você encontra hi-lo, punk, rocker e muito mais, afinal é onde todos as tribos têm lugar.

3 – Londres, onde você encontra todas as tribos e estilos (Inglaterra)

Não é à toa que fica em Londres a rua comercial mais movimentada da Europa, a Oxford Street, com mais de 300 lojas. Além disso, pertinho ficam o Soho, Carnaby Street, Regent Street. Vá sem pressa nem preguiça, porque tudo merece ser olhado e registrado.

Na sua pesquisa de moda em Londres não pode faltar uma visita demorada a um verdadeiro templo da moda, a Dover St Market, na Haymarket st, em Piccadilly.

A icônica multimarcas traz as últimas novidades de Givenchy, Valentino, Junya Watanabe, Simone Rocha, Molly Goddard e todas as 14 etiquetas Comme, além de espaços dedicados a novos designers.

4 – Milão, a Capital Mundial da Moda (Itália)

Milão é chamada de a Capitale della Moda. Então, não tem outra: comece sua pesquisa pelo “quadrilátero della moda”, entre a via Manzoni, via della Spiga, corso Venezia e a via Montenapoleone. É lá que fica tudo o que é necessário para garantir seu título.

4 – Milão, a Capital Mundial da Moda (Itália)

No quadrilátero você encontra as marcas mais famosas do mundo, mas ali pertinho você pode fazer sua pesquisa de moda milanesa em alguns dos lugares mais bacanas do mundo.

Entre eles estão a famosíssima casa de ópera La Scala de Milão, na catedral Duomo, no 10 Corso Domo, considerada a mãe de todas as lojas conceito.

Ou em alguns dos muitos eventos e desfiles que estão sempre rolando pela cidade. Afinal, a cidade fica incrustada na Lombardia, uma das regiões mais ricas da Itália.

E não esqueça de colocar no seu planejamento: Bottega Veneta, Corto Moteldo, Vintage Delirium (o brechó mais famoso da Itália) e, é claro a Dolce&Gabbana.

5 – Hong Kong – Pechinchas e boas surpresas (sudeste da China)

Hong Kong é considerada a capital da moda asiática, famosa pela alfaiataria sob medida. A Hong Kong Fashion Week, por exemplo, reflete toda a produção de uma cidade dinâmica, multi-cultural e jovem.

5 – Hong Kong – Pechinchas e boas surpresas (sudeste da China)

Conhecida como um verdadeiro paraíso das compras, com certeza você vai voltar com muitas novidades de sua pesquisa de moda. A cidade está repleta de marcas exclusivas e lojas de estilistas famosos, mas dica é aproveitar também a proximidade com outros mercados, como Macau e Shenzhen.

Em Kowloon e Mongkok é possível encontrar preços baixos de marcas famosas, assim como no Bazar Landmark ou no Crescent Jardine.

6 – Boas descobertas em Amsterdã (Holanda do Norte)

O principal evento de moda holandês — o Amsterdam Fashion Week — já está entrando para o calendário mundial. Acontece duas vezes por ano, com desfiles e festas espontâneas pela cidade.

6 – Boas descobertas em Amsterdã (Holanda do Norte)

Amsterdã é hoje um ótimo destino para quem quer fazer pesquisa de moda e encontrar itens únicos, tanto em grandes lojas com as últimas tendências quanto em pequenas butiques autorais. Não chega a ser uma cidade barata, mas é farta em opções e boas ofertas, que podem chegar a 50%.

Os melhores lugares para sua pesquisa de moda são Kalverstraat, a rua de compras mais famosa da cidade, fechada para carros, motos e bikes. Fica perto da Praça Dam, onde também fica a maior cadeia de lojas de departamentos do país, a Bijenkorf.

Não deixe de ir na Leidsestraat, uma rua cheia de lojas que você confere aqui. Já as 9 straatjes (que, literalmente, significa 9 ruazinhas) ficam no bairro mais cool da cidade, o Jordaan, onde fica também a casa de Anne Frank. O destaque fica com as lojas de design e os brechós.

Mas se seu nicho é o esportivo, o lugar mais cool é o ArenA Bijlmer, justamente onde fica o famoso estádio do Ajax de Amsterdã. Na PC Hooftstraat ficam as grifes famosas, sendo a rua “chique” da cidade.

7 – Antigo e moderno se encontram em Buenos Aires (Argentina)

Não é só a proximidade com o Brasil que faz Buenos Aires ser um ótimo destino para pesquisa de moda. Lá você encontra tanto grandes grifes internacionais quanto produtos em couro de design local. Hoje a cidade é uma das formadoras de tendências do mundo.

7 – Antigo e moderno se encontram em Buenos Aires (Argentina)

Um dos destaques de Buenos Aires é justamente a moda local, que vem se destacando no estilo jovem e moderno, a maioria oriunda das ruas de Palermo Soho. O bairro é um que não pode faltar na sua pesquisa de moda.

Quem quer explorar o design argentino não deve deixar de ir a San Telmo. Super tradicional e um dos mais antigos da cidade, o bairro é hoje verdadeiro reduto dos mais novos criativos. Há uma grande variedade de mercados, feiras e lojas.

Mas se a ideia é luxo, o aristocrático Ricoleta reúne butiques, casas de arte e o Buenos Aires Design Mall, unindo o antigo e moderno com harmonia.

8 – Tóquio: a capital da moda asiática (Japão)

Com disposição em ir para o outro lado do mundo? Então não deixe de conferir o que rola no underground fashion na Dog, em Tóquio (Japão), que também tem filial em Koenji. A dica é do estilista Alexandre Herchcovitch, parceiro da Haco e que também recomenda a cidade para sua pesquisa de moda.

8 – Tóquio: a capital da moda asiática (Japão)

A cidade tem um toque de extravagância, com uma cultura que produz uma moda ao mesmo tempo excêntrica e fascinante, ideal para quem faz pesquisa de moda em busca de diferenciais. Entre os estilistas criativos de Tóquio estão WTaps, Bape e Neighborhood.

9 – São Paulo (Brasil), a Capital Latino-Americana da Moda

O sucesso mais que consagrado da SP Fashion Week já colocou São Paulo na rota mundial da moda há muitos anos. Conhecida como a capital latino-americana da moda, a cidade reúne as grandes marcas internacionais, mas também todo tipo de amostra do talento nacional.

9 – São Paulo (Brasil), a Capital Latino-Americana da Moda

Não deixe de fazer sua pesquisa de moda na Brands House, do grupo InBrands, que reúne Bobstore, Ellus, Mandi, Salinas e Richard, entre outras marcas, no Tieitê Plaza Shopping. Vale dar um passeio pelos outros shoppings também, como Iguatemi, JK Iguatemi e Cidade Jardim.

Para sentir de perto o ritmo das ruas, nada como a Oscar Freire, verdadeiro shopping a céu aberto. É uma sucessão de dezenas de lojas de grifes, marcas e estilos variados, que refletem o street style do paulistano.

Para ver de perto a formação de tendências mais populares, nada como um pulo na Avenida Paulista e Rua Augusta, além da região do Brás.

10 – Barcelona (Espanha)

Fazer pesquisa de moda em Barcelona é mergulhar em um mundo de arte, sofisticação, muita energia e bom gosto. Basta dizer que vieram de lá Picasso, Gaudí e Miró, só para citar alguns. Hoje ela é um dos grandes destinos para as viagens fashion.

10 – Barcelona (Espanha)

Quente, colorida e cultural, Barcelona reserva ótimas inspirações. O principal endereço da moda é a Rua Passèig de Gracia, mas não deixe de ir no La Ribera, o bairro medieval da cidade. Conhecido pelos locais também como El Born, é repleto de locais tanto históricos quanto para pesquisa de moda.

Em Barcelona, não deixe de pesquisar nas redes espanholas El Corte Inglés e Zara, na loja Desigual, na moda infantil da Muna, a moda artesanal da Suno, e na moda feminina e masculina da Losaida.

Reunindo todas as informações da sua pesquisa de moda nessas capitais fashion você conseguirá inspirações únicas para suas próximas coleções.

Mas antes de fazer o seu roteiro, confira as nossas dicas para montar o planejamento da sua viagem de pesquisa de moda e aproveite ao máximo essa experiência!